Eduardo Alves

Eduardo Alves

Nasceu na periferia da cidade do Rio de Janeiro e desde os 14 anos atua em ações democráticas. Fez parte da Teologia da Libertação e atua com formação política desde os 18 anos, em partidos de esquerda, movimentos sociais e organizações da sociedade civil. Cursou Ciências Econômicas na Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro e Ciências Sociais na Universidade Federal do Rio de Janeiro. Foi da direção do Observatório de Favelas, coordenador da ESPOCC – Escola Popular de Comunicação Crítica – e colaborador do IMJA-Instituto Maria e João Aleixo - desde a sua fundação. Nos dias atuais é colaborador e organizador do IPAD e identifica-se como intelectual orgânico da periferia.

13.02.2021

Renda Básica Incondicional e Universal: 03 passos para superar desigualdades

Renda Básica Incondicional e Universal: 03 passos para superar desigualdades

Com a aprovação e execução da RENDA BÁSICA INCONDICIONAL E UNIVERSAL será possível, coletivamente, dar 3 passos para superar as desigualdades. Serão marcas na ôntica humana, na condição de viver e na política que criarão bases e consistências para avançar para o bem viver e para a dignidade humana. »

30.12.2020

Sobre o tempo: quem faz o tempo ser?

Sobre o tempo: quem faz o tempo ser?

Para esclarecer possíveis confusões, esse texto não pretende tratar, versar ou desenhar sobre as estações do ano. Puxando mais a tinta, poderíamos dizer que as diferenças naturais que vêm com o nome de estações foram batizadas por seres humanos. O que havia de natural já foi misturado sócio-historicamente na gira… »

16.11.2020

Narciso e o lago podre do capitalismo

Narciso e o lago podre do capitalismo

O capitalismo conseguiu a façanha, nada natural, de fazer com que Narciso impregnasse vida, corpo e alma das pessoas. O que ou quem era e é Narciso apresentado pela mitologia precisa ser graciosamente recuperado. E, nesse caso, não importa muito a origem, mas o seu significado e a sua influência… »

08.11.2020

Carlos Marighella: Presente!

Carlos Marighella: Presente!

CRÔNICA     Poeta. Eis aquilo que não aparece diretamente nas descrições. Mas o guerrilheiro, o que surge fácil em qualquer pesquisa, era poeta. Primeiro, antes de tudo em sua formação socio histórica, foi construído o poeta e amante da vida. Mais que isso, era um humano que… »

09.10.2020

É só ligar aí, Che! Liga aí o computador de mão, de mesa, o que puder e quiser

É só ligar aí, Che! Liga aí o computador de mão, de mesa, o que puder e quiser

Hoje são 09 de outubro. Ao ligar, aparece logo a informação de que mais de um milhão de pessoas humanas estão mortas. As cifras? A tela é entristecida pelo número de 1.062.360 óbitos pela política desastrosa que impera no mundo e cria pranchas confortáveis para o vírus surfar nas pessoas. »

21.09.2020

Eleições e para além delas: desafios das superações nos tempos atuais

Eleições e para além delas: desafios das superações nos tempos atuais

No dia 15 de novembro deste ano de pandemia, as pessoas no Brasil conviverão com mais de um milhão de candidatas e candidatos para o parlamento e para o executivo municipal. Serão mais de 100 mil vagas disputadas em todo o país. Há, nesse país chamado Brasil, 5.568 municípios onde… »

06.09.2020

Novembro: Datas e Não-Datas

Novembro: Datas e Não-Datas

Qualquer pesquisa na internet indica 8 dias como datas importantes no mês de novembro. Lamentavelmente, fora das pesquisas comuns, não aparece, em novembro, a data de uma vacina para o vírus que, por conta da política adotada pelo Estado Nacional, assola o Brasil nesta epidemia de morte. O lugar considerado… »

23.08.2020

Mas para onde o vetor aponta?

Mas para onde o vetor aponta?

Esta palavra VETOR, um termo-conceito, que se faz presente nas ciências, sejam as da natureza ou as da história, aponta direções. Não são as direções que devemos seguir, mas as direções que já estamos mais propícios a seguir ou de criar as condições para existir. Como zoon politikon, não somos… »

16.08.2020

As brumas de Brumadinho, Mariana e Itabira

As brumas de Brumadinho, Mariana e Itabira

A nebulosidade que origina o nome da cidade de Brumadinho ocupa de distintas formas e com variados impactos, também as cidades de Mariana e Itabira.  Tanto as brumas quanto os rios e as pedras poderiam ser fontes de inspirações poéticas. E assim foram, pois se pode encontrar nos poemas de… »

09.08.2020

Os números escondem, enganam, são desiguais e assustadores

Os números escondem, enganam, são desiguais e assustadores

Os números sobre os quais esse texto analisa e reflete em informações e possibilidades de ações são os divulgados, com acesso para as pessoas “normais” (entre as “normais”, as que podem e querem), vindos do que se considera redes confiáveis e com credibilidade mundial ou nacional. Ou seja, os mesmos… »

Boletim diário

Digite seu endereço de e-mail para assinar o nosso serviço de notícias diárias.

Search

Whatsapp

Pressenza Whatsapp

Informe Pressenza

Informe Pressenza

Caderno de cultura

Caderno de cultura

O Princípio do fim das armas nucleares

Documentário 'RBUI, o nosso direito de viver'

Canale YouTube

International Campaign to Abolish Nuclear Weapons

International Campaign to Abolish Nuclear Weapons

Arquivo

xpornplease pornjk porncuze porn800 porn600 tube300 tube100 watchfreepornsex

Except where otherwise note, content on this site is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International license.