Diminui drasticamente a população de vertebrados em 68%: WWF

10.10.2020 - Redaccion Colombia

This post is also available in: Espanhol

Diminui drasticamente a população de vertebrados em 68%: WWF

Por Maurício Álvarez

A cada dois anos, desde 1998, a WWF (Fundo Mundial para a Natureza) publica seu relatório Planeta Vivo para monitorar o estado dos nossos ecossistemas. Este ano, a ONG alertou sobre a erosão da biodiversidade devido às atividades humanas. Segundo o documento, houve um declínio de 68% das populações mundiais de vertebrados em 50 anos.

É uma situação realmente alarmante a que nos mostra a WWF que, através do índice Planeta Vivo, mede a abundância das populações mundiais de vertebrados silvestres (peixes, aves, mamíferos, anfíbios, répteis), a partir de milhares de dados sobre vigilância científica de 21.000 populações, de 4.000 espécies de vertebrados silvestres. Entre 1970 e 2016, ocorreu uma drástica diminuição de 68% nas populações de vertebrados selvagens estudadas. Embora a taxa de declínio tenha-se reduzido um pouco na Europa e na América do Norte, lamentavelmente, não ocorre o mesmo na América Central e na América do Sul, onde as populações de vertebrados estudadas diminuíram 94% entre 1970 e 2016.

Segundo Marco Lambertini, Diretor Geral da WWF Internacional, é urgente uma profunda mudança cultural e sistêmica que, até agora, nossa civilização não conseguiu alcançar: a transição para uma sociedade e para um sistema econômico que valorize a natureza. Devemos reequilibrar nossa relação com o planeta para preservar a incrível diversidade de vida na Terra e permitir uma sociedade justa, saudável e próspera para, finalmente, poder assegurar nossa própria sobrevivência.

Podemos reverter a tendência?

Lamentavelmente, para as espécies em extinção, já é muito tarde, mas o relatório Planeta Vivo 2020 apresenta cenários para estabilizar e depois reverter a diminuição da biodiversidade para o ano 2050. Três importantes áreas de trabalho são propostas:

  1. O fortalecimento dos esforços de conservação: inclui um aumento de extensão e de gestão das áreas protegidas, maiores esforços de restauração e planos de conservação à escala paisagística.
  2. A transformação do nosso modelo agrícola, para uma produção de alimentos mais sustentável e o combate ao desperdício de alimentos (esforços a partir da oferta): inclui mudanças importantes, tanto na produção como no comércio de alimentos.
  3. Uma redução de 50% no consumo de proteínas animais: contempla uma redução no desperdício de alimentos a partir “do campo até a mesa” e inclui mudanças na dieta para levar a uma menor ingestão de calorias de origem animal nos países com alto consumo de carne.

É importante ressaltar que cada um de nós, com nossos atos cotidianos, conscientes e determinados, pode atuar concretamente para preservar a biodiversidade e para construir um mundo com mais respeito pela natureza.

Veja o relatório completo: Planeta Vivo (em espanhol e inglês)


Traduzido do espanhol por Karina de Souza / Revisado por Graça Pinheiro

Categorias: Ámérica do Sul, Ecologia e Meio Ambiente
Tags: , , , , ,

Boletim diário

Digite seu endereço de e-mail para assinar o nosso serviço de notícias diárias.

Search

Whatsapp

Pressenza Whatsapp

Informe Pressenza

Informe Pressenza

Caderno de cultura

Caderno de cultura

O Princípio do fim das armas nucleares

Documentário 'RBUI, o nosso direito de viver'

Canale YouTube

International Campaign to Abolish Nuclear Weapons

International Campaign to Abolish Nuclear Weapons

Arquivo

xpornplease pornjk porncuze porn800 porn600 tube300 tube100 watchfreepornsex

Except where otherwise note, content on this site is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International license.